A Nova Era de Gaya

Todos nós estamos a entrar numa nova etapa no plano de ascensão da humanidade. - Paz, amor e muita luz para todos, para sempre!
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Crianças Índigo, Cristal, Violeta, Arco Íris, Douradas, Rosa choque

Ir em baixo 
AutorMensagem
Mário Jorge
Admin
avatar

Mensagens : 198
Data de inscrição : 10/01/2018
Idade : 48
Localização : V.N.Gaia - Portugal

MensagemAssunto: Crianças Índigo, Cristal, Violeta, Arco Íris, Douradas, Rosa choque   Dom Jan 14, 2018 7:40 pm


Introdução

Há alguns anos atrás assistiu-se a um boom de crianças hiperactivas. Pelo menos o boom do conceito houve. Pelo que assisto já há algum tempo enquanto psicóloga, a nossa sociedade humana tem uma enorme necessidade de dar nomes às coisas, de as catalogar. Como se o “nome” das coisas lhes passasse a dar sentido. Aí já houve algum engano, como é habitual em pais ansiosos, pois apercebi-me que subitamente todos os pais com filhos irrequietos ou excessivamente alegres desejavam confirmar a “hiperactividade” destas crianças. Ora, nem sempre é assim. É o mesmo que dizer que uma pessoa triste está com uma depressão…

Através da leitura de aura observou-se que crianças denominadas de hiperactivas tinham a aura maioritariamente azul índigo, daí o seu baptismo. A aura “mais não é” do que o campo energético que se encontra em nosso redor, cuja luz e vibração depende das emoções e dos pensamentos que emitimos, dos nossos sonhos e aspirações. Qualquer aparelho de medição térmica identifica cores diferentes consoante o calor do nosso corpo. Por que será que o calor ter uma cor nos é fácil de aceitar, e que pensamentos e emoções também cria tantas resistências a nível mental?

Estudámos a evolução do homem até ao homo sapiens sapiens, não será incrivelmente arrogante acreditarmos que a nossa evolução cognitiva terminou em nós?

Descrição

As crianças índigo não têm um feitio fácil, sabem que vieram para transformar “partindo” antigos sistemas e estruturas que não fazem sentido. Tal como nós já nos sentimos muitas vezes quando assistimos a certas injustiças disparatadas a nível governamental, mas o homem comum afrouxa. Acomoda-se, deixa de acreditar que é capaz de provocar mudança… mas a criança índigo está cá para nos lembrar desse lado guerreiro. Ora, tal como todos os guerreiros, devem ser muito bem educados no sentido da humildade, para não se tornarem autoritários e tiranos, apesar de simultaneamente serem estimulados para reconhecerem o seu poder, mas sem deixarem que este poder lhes suba egoicamente à cabeça. Não é tarefa fácil para um pai ou mãe encontrar este equilíbrio! Defendo a importância das regras nestas e em todas as crianças, pois eu, pelo menos, espero que elas se mantenham no nosso sistema escolar, e ouso sonhar que político, para puderem, mesmo, mudar a sociedade actual. Se forem colocadas à parte por que são diferentes ou especiais, furarão as orelhas de forma estranha e terão discursos belíssimos em festivais no meio da natureza mas não mais do que isso!

As crianças cristais, mais recentes, já transformam o seu redor de um modo diferente, o seu olhar derrete-nos e entra no nosso coração… agem mais pela doçura, sentimos que nos lêem, que nos vêem. Os índigo abriram caminho para os cristais. Existem muitos adultos com estas características! Como em tudo, estamos em constante mudança, e as nossas auras também vão evoluindo. As cores das auras não fazem uma raça!

Outras crianças e adultos trazem e trarão outras cores consigo. As douradas também estão a chegar… Quanto mais a humanidade tiver valores mais elevados, mais colorida será a nossa vida. Expressões do senso comum, tão sábias e simples, falam destes aspectos sem ciência e com certezas, como quando se diz que uma pessoa muito alegre «é a Luz da casa» por exemplo.

É necessário algum cuidado para os pais não sobrevalorizarem de forma errada os dons dos seus pequenitos. Uma criança pode prever coisas, ou ver “coisas” que os nossos olhos não vêem, mas é uma criança. Precisa que a ensinem a viver neste planeta e que a ouçam para ela nos ensinar a viver melhor nele.


Trabalho com Crianças


Trabalho com todas as crianças com a mesma metodologia, procurando que trabalhem em equipa, encontrem o seu propósito, se amem a si mesmas, que descubram que são mágicas, lindas, capazes de pequenos milagres todos os dias. Para dizer a verdade, também trabalho assim com os adultos…!

Trabalho em escolas desde 1999, altura em que comecei a desenvolver programas de desenvolvimento pessoal. O meu primeiro chamava-se “Desprende-te!”, partindo sempre da crença absoluta que a Liberdade é crucial para a alegria! Trabalho muito a inteligência emocional, a criatividade, competências relacionais e comunicacionais, a auto- confiança. Uso estratégias de psicologia como a programação neurolinguística e dinâmicas de grupo e também a massagem, a meditação guiada (que não é mais do que dar outro nome à capacidade de imaginar!), a pintura, a criação de histórias, a música. Ajudo-os a realizarem actividades suficientemente entusiasmantes para que não se esqueçam de quem são com o passar dos anos. E é muito fácil isso acontecer se forem “dopados” com comprimidos para se “acalmarem”…

Após as escolas, trabalhei e trabalho presentemente em programas de desenvolvimento comunitário em bairros sociais na área da educação. Simultaneamente desenvolvo o Projecto Draguendes “educar com criatividade e alegria”, para crianças e adultos (draguende.blogspot.com).

Quem seríamos nós com uma educação diferente? Com alguém que nos dissesse que os sonhos são possíveis? Quantas mágoas teríamos evitado se tivéssemos gostado mais de nós mesmos tal como éramos?
Nós abrimos caminho para estas crianças, somos tão especiais quanto elas, mesmo que não vejamos nem um raiozinho de cor à volta das pessoas! TODAS as crianças precisam de ser amadas, ouvidas, entendidas, de aprender de forma interessante e justa, de brincar, de errar, de dar largas à imaginação, de sujar as mãos na terra, de rir, de cócegas, de lutar sem aleijar, de rebolar, de abrir a garganta e a voz, de regras e limites, para se sentirem protegidas… tal como um Anjo da Guarda também nos desvia de nos metermos debaixo de um comboio…

O sistema educativo tem ainda um caminho a percorrer. Existem programas alternativos e workshops para desenvolver potencialidades nas crianças que não existem nas escolas. Os professores não podem fazer milagres sozinhos…

Eu Sou Ana Isabel, licenciada em psicologia pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Lisboa. Alguns locais de trabalho: Agrupamento de Escolas D. Luís Mendonça Furtado (Barreiro) – Programa Equal Emprego Apoiado (Barreiro) – Programa Poder (Es)Colher- Vila Franca de Xira – Programa K Cidade (Alta de Lisboa).

Parecerá quiçá estranho juntar uma ciência como a psicologia com “esquisitisses alternativas”… a Fé move montanhas, também o optimismo do homem, que pode ser trabalhada na psicologia. Daniel Goleman, grande divulgador da Inteligência Emocional, também já escreveu um livro com Dalai Lama. Damos nomes. Damos nomes. Queremos saber qual é o nome certo. Escolher um nome. Um lado. E que tal apenas apreciar cada qual como é, ajudar a que se liberte e que encontre o seu melhor dentro de si próprio?

Bem hajam. Alegria!!!

Fonte: http://draguende.blogspot.pt/2007/06/crianas-ndigo-cristal-violeta-arco-ris.html
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://anovaeradegaya.forumeiros.com
 
Crianças Índigo, Cristal, Violeta, Arco Íris, Douradas, Rosa choque
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Nova Era de Gaya :: Crianças e adultos Índigo e Cristal-
Ir para: